Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 14 nº 2 - Abr/Jun - 2017

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 76 a 84

Rotina de sono em adolescentes e regras familiares

Sleep routine in adolescents and family rules



Autores: Miriam Mendonça Morato Andrade1

PDF Português            

Descritores: Sono, adolescente, família.
Keywords: Sleep, adolescent, family.

Resumo:
OBJETIVO: Avaliar a influência das regras familiares quanto à rotina dos filhos sobre os hábitos de sono e verificar diferenças entre adolescentes mais jovens e mais velhos.
MÉTODOS: Estudo transversal com 279 estudantes de ambos os sexos, que responderam um questionário com dados demográficos, hábitos e queixas de sono e regras familiares. Os grupos com mais e menos regras foram comparados quanto às características do sono através da análise de variância de dois fatores (grupo etário e regras familiares) e à proporção de relatos de queixas de sono, através do teste do qui-quadrado.
RESULTADOS: Pelo menos uma regra familiar foi relatada por 93,5% dos estudantes, principalmente associada aos horários de chegar em casa e dormir nos dias de escola, e das refeições. Adolescentes mais novos (11 a 14 anos de idade) dormiam mais cedo (p<0,05).
CONCLUSÃO: Os resultados sugerem o papel de regras familiares como fator de proteção ao sono e apontam a necessidade de valorizar as práticas parentais mesmo para os adolescentes mais velhos.

Abstract:
OBJECTIVE: Assess the influence of family rules in adolescent's sleep routine and verify differences between younger and older teens.
METHODS: Cross-sectional study with 279 students of both sex, who answered a questionnaire with demographic data, sleep habits and complaints, and family rules. Groups with more and fewer rules were compared regarding sleep characteristics through an analysis of variance of two-factor (age-group and family rules), and on the proportion of sleep complaints reports through chi-square test.
RESULTS: At least one family rule was reported by 93.5% of students, mainly associated with the time to come home, bedtime on school days, and meals time. Younger teenagers (11-14-years-old) slept earlier (p<0.05). CONCLUSION: The results suggest the role of family rules as a protective factor on sleep and point out the need to value parenting practices even for older adolescents.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2017 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
E-mail: secretaria@adolescenciaesaude.com