Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 14 nº 2 - Abr/Jun - 2017

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 94 a 103

Preocupação com a imagem corporal e fatores associados em adolescentes do ensino público em um município da Amazônia

Concern with body image and associated factors in adolescents of public education in a municipality of Amazônia



Autores: Zilma Nazaré de Souza Pimentel1; Denise Rangel Ganzo de Castro Aerts2; Maria Helena Vianna Metello Jacob3; Gehysa Guimaraes Alves4; Sheila Gonçalves Câmara5; Lilian Palazzo6

PDF Português            

Descritores: Imagem corporal, saúde do adolescente, promoção da saúde, estilo de vida.
Keywords: Body image, adolescent health, health promotion, life style.

Resumo:
OBJETIVO: Investigar a prevalência de preocupação com imagem corporal e sua associação com estilo de vida, características psicossociais, estado nutricional e maturação sexual em adolescentes da rede pública de ensino de um município da Amazônia.
MÉTODOS: Estudo transversal com amostragem por conglomerado de 689 escolares. Foram aplicados os questionários sobre atividade física, autoimagem de Tanner, Body Shape Questionnaire, antropometria, características sociodemográficas e situações da saúde do escolar. Aplicou-se a regressão de Cox multivariada modificada para estudos transversais.
RESULTADOS: Houve prevalência de 15.8% de preocupação com a imagem corporal, que esteve associada ao sexo feminino (RP:4,17 I C95%:2,54-6,82), ao uso na vida de álcool (RP:1,86 IC95%: 1,31-2,65), ao sobrepeso/obesidade (RP:2,07 IC95%:1,42-3,.01) e baixo peso (RP:0,27 IC95%:0,13-0,59), ao estirão do crescimento (RP:0,41 IC95%:0,20-0,86), à pós-puberdade (RP:0,47 IC95%: 0,27-0,82), ao sentimento de tristeza (RP:1,50 IC95%:1,03-2,17) e aos pensamentos suicidas (RP:1,66 IC95%:1,14-2,43).
CONCLUSÃO: Grande parte dos participantes estava satisfeita com sua imagem corporal e a insatisfação esteve associada a estilos de vida pouco saudáveis. A promoção da saúde deve ser trabalhada na escola, trazendo contribuições fundamentais relacionadas à autoimagem, ao nível de atividade física e aos hábitos alimentares, pois um estilo saudável de vida vivenciado nesta fase perdura para toda a vida.

Abstract:
OBJECTIVE: Investigate the prevalence of concern about body image and its association with lifestyle, psychosocial characteristics, nutritional status and sexual maturation in adolescents from public schools in a city of the Amazon region.
METHODS: Cross-sectional study with cluster sampling of 689 students. Were applied questionnaires about physical activity, Tanner self-image and Body Shape. Anthropometry, sociodemographic characteristics and status of students' health were also analyzed. To this end, the multivariate Cox regression modified for cross-sectional studies was applied.
RESULTS: There was a prevalence of 15.8% of concern with body image, which was associated with female sex (PR:4.17 95%CI: 2.546.82) lifetime use of alcohol (PR:1.86 95%CI: 1.31-2.65) overweight / obesity (PR:2.07 95%CI: 1.42-3.01) and low weigh (PR:0.27 95% CI: 0.13-0.59), growth spurt (PR: 0.41 95%CI: 0.20-0.86), post-puberty (PR: 0.47 95%CI: 0.27-0.82), feeling of sadness (PR: 1.50 95%CI: 1.03-2.17) and suicidal thoughts (PR: 1.66 95%IC: 1.14-2.43).
CONCLUSION: In relation to body image, a large proportion of participants were satisfied with themselves and the dissatisfaction with body image was linked to unhealthy lifestyles. Health promotion for the entire life of the individual can and should be sown at school, bringing fundamental contributions related to self-image, level of physical activity as well as to eating habits, because a healthy lifestyle aquired in adolescency, can endure for life.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2017 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
E-mail: secretaria@adolescenciaesaude.com