Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 14 nº 2 - Abr/Jun - 2017

Artigo de Revisão Imprimir 

Páginas: 135 a 143

Influência parental na educação escolar adolescente

Parental influence on adolescent school education



Autores: Marcelo Oliveira do Nascimento1; Andre Moreira2; Ana Lúcia Moraes Poffal3; Fernando Baptista de Souza4; Denise de Micheli Avallone5

PDF Português            

Descritores: Relações familiares, educação, adolescente.
Keywords: Family relations, education, adolescent.

Resumo:
OBJETIVOS: O estudo avaliou as percepções de escolares sobre os posicionamentos parentais acerca de seu aproveitamento educacional.
FONTES DE DADOS: A pesquisa foi realizada com estudantes adolescentes, maioria do sexo feminino (54%), matriculados entre o 9° ano do ensino fundamental e 3° ano do ensino médio. Todos os participantes estavam regularmente matriculados na rede pública de ensino do Governo do Estado de São Paulo no município de Guarulhos.
SÍNTESE DOS DADOS: Evidenciamos que dentre os 1.316 adolescentes analisados, 37% perceberam seus responsáveis como sendo negligentes, 24% indulgentes, 21% autoritário e 18% identificaram na postura dos responsáveis um posicionamento autoritativo.
CONCLUSÃO: Considerando o instrumento utilizado para mensurar os problemas no campo educativo, observou-se que os responsáveis identificados como autoritativos demonstraram possuir fatores protetivos contra a possibilidade de seus filhosapresentarem problemas no âmbito escolar, sendo o estilo negligente apontado pelos dados como o estilo menos favorável a possibilidade de uma vida acadêmica de sucesso por parte dos alunos.


Abstract:
OBJECTIVE: The study aimed to assess the perceptions of teenagers regularly enrolled in school about the parental positions oftheir educational attainment.
DATA SOURCE: The survey was conducted with adolescent students mostly female (54%), enrolled between 9th grade of elementary school and senior yearof high school. All participants were enrolled in the public school system of the State of São Paulo in Guarulhos.
DATA SYNTHESIS: We showed that from the 1,316 teens analyzed, 37% have neglectful parents, 24% indulgent, 21 %authoritarian and 18% identified the attitude of caregivers as an authoritative position.
CONCLUSION: Considering the instrument used to measure the problems in the educational field, the latter style shown protective factors against the possibility of having problems in schools, and the negligent style was indicated by the data as the least favorable style for the possibility of success in academic life.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2017 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
E-mail: secretaria@adolescenciaesaude.com