Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 14 nº 3 - Jul/Set - 2017

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 63 a 70

Violência entre namorados adolescentes em Pernambuco, Brasil

Violence between teenage lovers in Pernambuco, Brazil



Autores: Lygia Maria Pereira da Silva1; Camila de Mattos Oliveira2; Marilia Gabriela Silva Santana3; Ana Virginia Rodrigues Verissimo4; Taciana Mirella Batista dos Santos5; Mirian Domingos Cardoso6

PDF Português            

Descritores: Adolescente, violência, sistemas de informação em saúde.
Keywords: Adolescent, violence, health information systems.

Resumo:
OBJETIVO: Descrever o perfil da violência perpetrada entre namorados adolescentes no estado de Pernambuco notificados no período de 2009 a 2012.
MÉTODOS: Estudo descritivo em uma população de 604 adolescentes com idades entre 10 e 19 anos que mantinham alguma relação de intimidade (namoro) com o agressor.
RESULTADOS: 98% das vítimas eram do sexo feminino das quais 48% estavam grávidas, 43% tinham de 10 a 14 anos e 80% eram de raça/cor parda ou negra. 37 e 26% dos casos apresentaram violência sexual e física, respectivamente. 81% dos casos foram encaminhados para os serviços contemplados nos eixos de defesa e promoção de direitos.
CONCLUSÃO: Evidencia-se a necessidade de intervenção precoce para esta população visando o acesso dos adolescentes aos serviços de saúde, nos quais existam espaços de diálogo aberto e apoio para a desconstrução da naturalização da violência.

Abstract:
OBJECTIVE: Describe the profile of teen dating violence in Pernambuco state notified in the period 2009 to 2012.
METHODS: We used a quantitative epidemiological approach. The sample consisted of 604 adolescents with ages between 10 to 19 years which maintain some intimate relationship with the aggressor.
RESULTS: 98% of the victims were female, 48% of which were pregnant, 43% had between 10 to 14 years and 80% were from brown and black race/color. 37 and 26% of the cases presented sexual and physical violence, respectively 81% of those were referred to the defense and promotion of right services.
CONCLUSION: We noticed the necessity of early intervention for this population aiming to provide access of these adolescents to healthcare services where they may find a place to have an open dialog and help for deconstruction of violence.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2017 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
E-mail: secretaria@adolescenciaesaude.com