Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 14 nº 4 - Out/Dez - 2017

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 41 a 47

Vulnerabilidade social de adolescentes que permaneceram em tratamento em CAPS-AD

Social vulnerability of adolescents who remained on treatment in CAPS-AD



Autores: Grasiella Bueno Mancilha1; Luciana de Almeida Colvero2

PDF Português            

Descritores: Adolescente, transtornos relacionados ao uso de substâncias, serviços de saúde, vulnerabilidade em saúde.
Keywords: Adolescent, substance-related disorders, health services, health vulnerability.

Resumo:
OBJETIVO: Descrever e analisar as principais vulnerabilidades sociais dos adolescentes que permaneceram em Centros de Atenção Psicossocial (CAPS-AD).
MÉTODOS: Estudo descritivo exploratório onde a análise foi realizada mediante o diálogo dos dados empíricos com o referencial teórico da vulnerabilidade em saúde, os princípios da redução de danos utilizando a técnica de análise de conteúdo temática.
RESULTADOS: Os adolescentes, em sua maioria do sexo masculino, com idade entre 14 a 19 anos, possuíam ensino fundamental incompleto, famílias monoparentais do sexo feminino; se sentiam ociosos e insatisfeitos com sua rotina. Estes são usuários múltiplas drogas e fizeram o primeiro uso, em média, aos 12 anos, principalmente em baladas e na rua em companhia de amigos, onde a maconha é a substância preferida. O padrão de uso atual é menor que em outros momentos da vida dos adolescentes analisados, e o envolvimento com o tráfico foi o principal motivo de histórico de conflito com lei.
DISCUSSÃO E CONSIDERAÇÕES FINAIS: É importante conhecer o perfil dos adolescentes para que se desenvolvam estratégias mais condizentes com suas singularidades individuais e coletivas. Conhecer os valores e modelos de referência para o adolescente e jovem é de fundamental importância para elaborações de estratégias de cuidado mais condizentes e efetivas a essa população.

Abstract:
OBJECTIVE: Describe and analyze the main social vulnerabilities of adolescents who remained in Centros de Atenção Psicossocial (CAPS-AD).
METHODS: A descriptive exploratory study where the analysis was performed through dialogue of the empirical data based on theoretical health vulnerability, the principles of harm reduction using the analysis technique of thematic content.
RESULTS:The teenagers, mostly male, aged 14-19 years, had incomplete primary education,single parents of female sex, felt idle and dissatisfied with their routine. They are are multiple drug users and made their first use, on average at 12 years, especially in clubs and in the street in the company of friends, where marijuana is the preferred substance. The current use pattern was smaller than in other times of life, and involvement with traffic was the main reason for historic conflict with the law.
DISCUSSION AND FINAL CONSIDERATIONS: It is important to know the profile of adolescents in order to develop more suitable strategies to their individual and collective singularities. Knowing the values and role models for adolescents has a fundamental importance for elaborations of more consistent and effective care strategies for this population.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2018 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
E-mail: secretaria@adolescenciaesaude.com