Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 14 nº 4 - Out/Dez - 2017

Comunicação Breve Imprimir 

Páginas: 225 a 227

Alerta do campo: Teste de HCV e Tratamento para Adolescentes e Populações Encarceradas

Alert from the Field: HCV Testing and Treatment for Adolescent and Incarcerated Populations



Autores: G. Cajetan Luna

PDF Português            

Descritores: Hepatite C, HCV, adolescentes, jovens, usuários de drogas injetáveis, sem-teto, encarcerados.
Keywords: Hepatitis C, HCV, adolescents, youth, injection drug use, homelessness, incarceration.

Resumo:
Apesar dos recentes avanços no tratamento da infecção pelo vírus da Hepatite C (HCV), adolescentes e pessoas encarceradas estão entre os dois subgrupos de populações que mais precisam de tratamento, mas raramente têm acesso aos testes de HCV e enfrentam barreiras institucionais e etárias para seu atendimento. Uma pesquisa exploratória foi realizada em 2016, que incluiu estudo com 125 homens jovens e encarcerados (de 18 a 24 anos) que tinham HCV, seguido de intensas entrevistas para identificar atitudes, convicções e comportamentos relacionados às suas infecções por HCV. As entrevistas indicaram que a falta de intervenção precoce no tratamento da HCV entre os adolescentes e jovens encarcerados influenciou de maneira importante as práticas de saúde subsequentes.

Abstract:
Despite recent advances in treatment for Hepatitis C Virus (HCV) infection, adolescents and incarcerated people are among two subpopulations in greatest need of treatment, yet generally lack access to HCV testing and face age-specific and institutional barriers to care. Exploratory research was conducted in 2016, including surveys among 125 incarcerated young men (18 to 24 years) living with HCV, followed by more in-depth life history interviews to identify attitudes, beliefs, and behaviors related to their HCV infections. The interviews indicated that the lack of early HCV intervention and treatment for adolescents and incarcerated youth significantly influences subsequent health care practices.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2018 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
E-mail: secretaria@adolescenciaesaude.com