Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 15 nº 1 - Jan/Mar - 2018

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 34 a 41

Conhecimento dos adolescentes e práticas relacionadas ao calendário vacinal: avaliação em uma Instituição Federal de Ensino

Adolescent's knowledge and practice regarding the vaccine calendar: evaluation in a Federal Education Institution



Autores: Doralice Limeira da Silva1; Dalva Muniz Pereira2; José Hermínio Roch Magalhães Santos3; Cecília Teresa Muniz Pereira4; Darlisson Limeira da Silva5; Dilma Maria Limeira da Silva6

PDF Português            

Descritores: Adolescente, imunização, saúde pública.
Keywords: Adolescent, immunization, public health.

Resumo:
OBJETIVO: Avaliar a situação vacinal dos adolescentes matriculados em uma Instituição Federal de Ensino.
MÉTODOS: Estudo quantitativo, transversal, cuja população foi composta por 304 adolescentes, de ambos os sexos, com faixa etária entre 13 e 19 anos, matriculados no ensino médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, localizado na cidade de Caxias. Foi solicitado aos adolescentes que respondessem a um questionário semi-estruturado e autoaplicado. Foram realizadas palestras em sala e analisadas as carteiras de vacinação.
RESULTADOS: Em relação à situação do calendário vacinal, 88,8% (270) adolescentes disseram que não estava atualizado. Outros 9,6% (29) disseram estar com as vacinas em dia e 1,6% (05) não responderam. Quanto às razões para a falta de vacinação, 52,3% (159) desconhecem as vacinas a serem tomadas durante a adolescência, 10,5% (32) relataram falta de tempo, 25,7% (78) colocaram outros motivos como: medo, achar desnecessário, falta de interesse, não querer tomar, não ter o cartão, a falta da vacina nos postos de saúde e 11,5% (35) não responderam. Verificou-se que, dos 102 adolescentes que entregaram as carteiras, apenas 04 (3,9%) estavam com o esquema completo, 81 (79,4%) estavam incompletas e/ou em atraso e 17 (16,7%) precisavam seguir as recomendações conforme Ministério da Saúde.
CONCLUSÃO: O estímulo à procura pelos serviços da Atenção Básica, bem como o desenvolvimento de ações de saúde dentro do ambiente escolar são estratégias que contribuem positivamente para o autocuidado e prevenção de agravos para a clientela adolescente.

Abstract:
OBJECTIVE: Assess the vaccination status of adolescents enrolled in a Federal Institution of Education.
METHODS: A crosssectional quantitative study of 304 adolescents of both sexes, aged between 13 to 19 years, enrolled in the secondary year of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Maranhão, located in the city of Caxias. Adolescents were asked to respond a semi-structured and self-administered questionnaire. Lectures were given in the classroom and vaccination portfolios were analyzed.
RESULTS: Regarding the situation of the vaccination schedule, 88.8% (270) adolescents said they were not updated. Another 9.6% (29) said they had the vaccines up to date and 1.6% (05) did not respond. Regarding the reasons for lack of vaccination, 52.3% (159) do not know the vaccines adolescents should take, 10.5% (32) reported lack of time, 25.7% (78) gave other reasons such as: fear, find unnecessary, lack of interest, do not want to take, do not have the card, the lack of the vaccine in health centers and 11.5% (35) did not answer. It was verified that, of the 102 adolescents who delivered the vaccination card, only 04 (3.9%) had the complete scheme, 81 (79.4%) were incomplete and / or late and 17 (16.7%) needed to follow the recommendations of the Ministry of Health.
CONCLUSION: The stimulation of the search for Primary Care services, as well as the development of health actions within the school environment, are strategies that contribute positively to self-care and prevention of aggravation for adolescent clients.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2018 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
Boulevard 28 de Setembro, 109 - Fundos - Pavilhão Floriano Stoffel - Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ.
E-mail: revista@adolescenciaesaude.com