Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 15 nº 1 - Jan/Mar - 2018

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 58 a 65

Atividade física associada aos componentes da aptidão física relacionada a saúde em adolescentes

Physical activity associated with health-related fitness in adolescents



Autores: Daniel Peterson Rodrigues1; Michael Pereira da Silva2; Edmar Roberto Fantinelli3; Nicolau Augusto Malta Neto4; Jhonatan Gritten Campos5; Wagner de Campos6

PDF Português            

Descritores: Atividade motora, aptidão física, adolescente.
Keywords: Motor activity, physical fitness, adolescent.

Resumo:
OBJETIVO: Verificar a associação entre o nível de atividade física (NAF) e a frequência de atividade física estruturada (FAFE) com alguns componentes da aptidão física relacionada a saúde (ApRS) em adolescentes.
MÉTODOS: Foi selecionada uma amostra de 204 adolescentes de ambos os sexos, com idade entre 15 e 17,9 anos de idade do município de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, Paraná. O nível e frequência de prática de atividade física foram avaliados através de questionário impresso. Os adolescentes foram divididos em ativos e insuficientemente ativos (≤ 420 min/sem), enquanto que a frequência de atividade física representou a quantidade de dias por semana em que o adolescente realizou atividades físicas realizadas fora do turno escolar na presença de um professor de educação física. Os componentes da ApRS avaliados foram: aptidão cardiorrespiratória no teste de Leger, composição corporal pelo cálculo do IMC e aptidão musculoesquelética pelo teste de salto vertical, e velocidade em teste de agilidade. Foi utilizado uma Regressão linear multivariada para verificar a associação do NAF e FAFE com os componentes da ApRS avaliados.
RESULTADOS: Verificou-se que a FAFE esteve associada com altura de salto vertical (0,82, p< 0,01) e potência musculoesquelética (0,41, p< 0,01).
CONCLUSÃO: Estratégias para facilitar a frequência de atividades físicas estruturadas em adolescentes se mostram necessárias para a prevenção dos efeitos deletérios que o estilo de vida sedentário pode desencadear na aptidão física e na prática de atividade física ao longo da vida.

Abstract:
OBJECTIVE: Verify the association between the level of physical activity (PAL) and the frequency of structured physical activity (FSPA) with some components of health-related fitness (HRF) in adolescents.
METHODS: Was selected a sample of 204 adolescents of both sexes, with aged between 15 to 17.9 years old from the municipality of São José dos Pinhais, metropolitan region of Curitiba, Paraná. The level and frequency of physical activity were evaluated through a printed questionnaire. Adolescents were divided into active and insufficiently active (≤ 420 min / week), while physical activity frequency represented the number of days per week in which the adolescent performed physical activities outside the school in the presence of a physical education teacher. The components of HRF evaluated were: cardiorespiratory fitness in the Leger test, body composition by BMI calculation and musculoskeletal fitness by vertical jump test, and speed in agility test. A multivariate linear regression was used to verify the association of PAL and FSPA with the HRF components evaluated.
RESULTS: It was verified that FSPA was associated with vertical jump height (0.82, p <0.01)and musculoskeletal power (0,41, p< 0,01).
CONCLUSION: Strategies to facilitate the frequency of structured physical activities in adolescents are necessary to prevent the deleterious effects that the sedentary lifestyle can trigger in physical fitness and in the practice of physical activity throughout life.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2018 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
Boulevard 28 de Setembro, 109 - Fundos - Pavilhão Floriano Stoffel - Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ.
E-mail: revista@adolescenciaesaude.com