Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 16 nº 1 - Jan/Mar - 2019

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 33 a 45

Fatores associados às alterações posturais no plano sagital de adolescentes de escolas públicas

Factors associated with postural deviation in the sagittal plane of public-school adolescents



Autores: Verônica Winik1; Litiele Evelin Wagner2; Marciele Silveira Hopp2; Cézane Priscila Reuter3; Éboni Marília Reuter4; Miria Suzana Burgos5; Dulciane Nunes Paiva6

PDF Português            

Descritores: Avaliação; Postura; Estilo de Vida; Saúde do Adolescente.
Keywords: Evaluation; Posture; Life Style; Adolescent Health.

Resumo:
OBJETIVO: Identificar as alterações posturais no plano sagital e seus fatores associados em adolescentes do ensino médio de escolas estaduais da cidade de Capão da Canoa - RS.
MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal que avaliou 185 escolares (14 a 19 anos) quanto ao peso das mochilas, ângulos das curvaturas torácicas e lombares. Foram utilizados questionários autoaplicáveis para avaliar hábitos posturais, estilo de vida, saúde e bem-estar e nível socioeconômico, sendo as alterações posturais avaliadas pelo método Flexicurva. Os dados foram avaliados através do teste Qui-Quadrado, Exato de Fisher e Regressão de Poisson (p<0,05).
RESULTADOS: Constatou-se elevada prevalência de dor nas costas em 125 escolares (67,60%) e de alteração postural em 75 escolares (40,5%). Cinco (2,7%) apresentaram desvio torácico e 70 (37,9%), desvio lombar. Em 5,6 % da amostra ocorreu mais de uma alteração postural. Houve associação do sexo masculino com hipercifose torácica (p=0,014) e com retificação lombar.
CONCLUSÃO: O presente estudo evidenciou elevada prevalência de dor nas costas e de hábitos posturais inadequados que podem ser apontados como os fatores associados responsáveis pelas alterações posturais evidenciadas.

Abstract:
OBJECTIVE: Identify the postural changes in the sagittal plane and its associated factors in adolescents from public state schools of the city of Capão da Canoa - RS.
METHODS: Was performed a cross-sectional study that evaluated 185 adolescents (14 to 19 years old) regarding backpack weight, thoracic and lumbar curvature angles. Self-reporting questionnaires were used to assess postural habits, lifestyle, health and well-being, and socioeconomic status, being the postural alterations evaluated by the Flexi curve method. The data were analyzed through Chi-square test, Fisher Exact test and Poisson Regression (p<0.05).
RESULTS: There was a high prevalence of back pain in 125 adolescents (67.60%) and postural alteration in 75 (40.5%), with 5 (2.7%) presenting thoracic deviation and 70 (37.9%), lumbar deviation, in which 5.6% of the sample presented more than one postural alteration. There was an association between male gender with thoracic kyphosis (p=0.014) and lumbar rectification.
CONCLUSION: The present study evidenced a high prevalence of back pain and inappropriate postural habits that can be pointed out as the associated factors responsible for the evidenced postural alterations.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2019 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
Boulevard 28 de Setembro, 109 - Fundos - Pavilhão Floriano Stoffel - Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ. CEP: 20551-030.
E-mail: revista@adolescenciaesaude.com