Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 16 nº 1 - Jan/Mar - 2019

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 88 a 93

Análise do sistema autonômico de escolares com e sem histórico familiar de hipertensão arterial sistêmica

Analysis of the autonomic system of schoolchildren with and without a family history of systemic arterial hypertension



Autores: Emerson Branches de Sousa1; Luana Barbosa de Oliveira2; José Robertto Zaffalon Júnior3

PDF Português            

Descritores: Adolescente; Sistema Nervoso Autônomo; Hipertensão.
Keywords: Adolescent; Autonomic Nervous System; Hypertension.

Resumo:
OBJETIVO: Analisar o sistema autonômico por meio da VFC em escolares com e sem histórico familiar positivo de hipertensão arterial sistêmica.
MÉTODOS: Participaram 243 escolares de ambos os sexos do 6º e 7º ano das escolas públicas e particulares do município de Altamira-Pará. 120 destes têm pais hipertensos (FH) e 123 têm pais normotensos (FN). A modulação autonômica cardíaca foi avaliada utilizando o registro do intervalo R-R (ms) pelo período de 7 minutos.
RESULTADOS: Houve diferenças significativas dos valores percentuais da banda de baixa frequência (%BF) no grupo FH quando comparado ao FN, e dos valores percentuais de alta frequência (%AF) do grupo FN comparado ao grupo FH.
CONCLUSÃO: Foi possível evidenciar que os FH apresentaram maior modulação simpática, podendo apresentar maior probabilidade de acometimento de doenças cardiovasculares do que os filhos de normotensos, os quais apresentaram maior modulação parassimpática e consequentemente melhor VFC.

Abstract:
OBJECTIVE: Analyze the autonomic system though (HRV) in students with and without positive family history of hypertension.
METHODS: Participated 243 schoolchildren of both sexesof sixth and seventh grase of public and private schools of the county of Altamira - Pará. 120 of them had hypertensive parents and 123 had normotensive parents. The cardiac autonomic modulation was assessed using the RR interval for a 7 minute period.
RESULTS: There also significant differences of the percentage values of low frequency band of the hypertensive's group when compared to the group of normotensive, and of the percentage values of high frequency in the group of normotensive when compared to the hypertensive.
CONCLUSION: It was possible to show that the hypertensive's had a higher sympathetic modulation and may be more likely to present cardiovascular diseases than the children of normotensive parents, who presented a higher parasympathetic modulation and consequently better HRV.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2019 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
Boulevard 28 de Setembro, 109 - Fundos - Pavilhão Floriano Stoffel - Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ. CEP: 20551-030.
E-mail: revista@adolescenciaesaude.com