Revista Adolescência e Saúde

Revista Oficial do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente / UERJ

NESA Publicação oficial
ISSN: 2177-5281 (Online)

Vol. 16 nº 2 - Abr/Jun - 2019

Artigo Original Imprimir 

Páginas: 47 a 56

Sífilis em gestantes adolescentes de Pernambuco

Syphilis in pregnant adolescents from Pernambuco



Autores: Rebeca Bezerra Bonfim de Oliveira1; Alisse Maria Chaves de Lima Peixoto2; Mirian Domingos Cardoso3

PDF Português            

Descritores: Adolescente; Sífilis; Doenças Sexualmente Transmissíveis.
Keywords: Adolescent; Syphilis; Sexually Transmitted Diseases.

Resumo:
OBJETIVO: Descrever as características sociais, demográficas e epidemiológicas da sífilis em gestantes adolescentes residentes em Pernambuco.
MÉTODOS: Estudo transversal com dados secundários do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) do Estado de Pernambuco. A população foi composta por gestantes entre 10 a 19 anos, notificadas como caso de sífilis gestacional no período de 2007 a 2016. O banco de dados foi analisado no pacote estatístico Epi-info 7.0. O projeto foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa da Universidade de Pernambuco.
RESULTADOS: Durante o período de 2007 a 2016 foram notificados 1.494 casos de sífilis em gestantes adolescentes. Observou-se um aumento das notificações, de cerca de 71 casos (CI=2,1) em 2007 para 289 (CI=10,7) em 2016. Os casos ocorreram predominantemente nas adolescentes com a faixa etária entre 15 a 19 anos (95%), no 2º trimestre de gestação (41,7%), raça/cor parda (70%) e com 5ª à 8ª série incompleta do ensino fundamental (EF) (42,2%). A maioria dos casos foi classificada como sífilis primária (68,7%), tendo como tratamento prescrito a Penicilina G benzatina 7.200.000UI (38,3%).
CONCLUSÃO: Houve um crescimento progressivo na notificação e na taxa de incidência de casos de sífilis em gestante adolescente residentes em Pernambuco.

Abstract:
OBJECTIVE: Describe the social, demographic and epidemiological characteristics of syphilis among pregnant women living in Pernambuco.
METHODS: Cross-sectional study with secondary data from the Information System of Notification Diseases (SINAN) of the State of Pernambuco. The population was composed of pregnant women aged 10 to 19 years, reported as gestational syphilis in the period from 2007 to 2016. The database was analyzed in the Epi-info 7.0 statistical package. The project was approved by the research ethics committee of the University of Pernambuco.
RESULTS: During the period from 2007 to 2014, 1,494 cases of syphilis were reported in adolescent pregnant women. There was an increase in notifications, from 71 (CI = 2.1) in 2007 to 289 (CI = 10.7) in 2016. Cases occurred predominantly in adolescents aged 15 to 19 years (95%), in the second trimester of gestation (41.7%), with brown skin color brown (70%) and with incomplete grades from 5o. to 8o. year (42.2%). The majority of the cases were classified as primary syphilis (68.7%), with treatment using Penicillin G benzathine 7,200,000 UI (38.3%).
CONCLUSION: There was a progressive increase in the notification and the incidence rate of syphilis cases in pregnant teenagers living in Pernambuco.

<<<<<<< .mine

GN1 © 2004-2019 Revista Adolescência e Saúde. Fone: (21) 2868-8456 / 2868-8457
Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente - NESA - UERJ
Boulevard 28 de Setembro, 109 - Fundos - Pavilhão Floriano Stoffel - Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ. CEP: 20551-030.
E-mail: revista@adolescenciaesaude.com